Em jejum de gols, CR7 batalha arduamente para evitar marca negativa no Juventus

CR7 teve um desafio para lá de importante neste domingo, em uma partida contra o Sassuolo, a partir das 10 horas (no horário de Brasília), pela quarta rodada do Campeonato Italiano. Usando a camisa da Juventus, o talento de Portugal busca intensamente evitar ao máximo atingir um jejum de quatro jogos sem fazer um golzinho sequer pelo seu clube, coisa que ocorreu com ele pela última vez no início de 2011, período esse em que ele jogava no futebol espanhol, compondo a equipe do time do Real Madrid. 

O atacante foi jogador titular contra o Parma, Lazio e Chievo e até o presente momento não conseguiu marcar gol com a camisa do time italiano. Por essa razão, vai jogar sob forte pressão contra o Sassuolo.

Atuando pelo Real Madrid, ele passou em branco contra Espanyol, Levante, Lyon e Deportivo La Coruña, em algumas partidas pela temporada espanhola. Na quinta partida, no entanto, ele fez três gols contra o Málaga e logo depois voltou a conquistar uma ótima sequência de bolas nas redes.

Se for contabilizar somente jogos pelas ligas nacionais, Cristiano Ronaldo jamais ficou mais de três partidas sem fazer gols pelo Real Madrid. A última vez que isso aconteceu foi jogando pelo do Manchester United, na temporada 2008/2009.

Atualmente, o atacante foi contratado por R$ 450 milhões pela Juventus, na mais importante negociação da última janela de transferências do futebol da Europa. E o fato de ele continuar nesse estado de jejum não impacta os dirigentes italianos.

É justamente o oposto: eles estão cada vez mais convencidos de que tomaram a decisão mais certa que podiam. Durante esta semana, o vice-presidente da Juventus, Pavel Nedved, concedeu uma entrevista para uma emissora de TV da Checoslováquia e exibiu um tom vitorioso ao comentar a respeito da contratação. 

“Ficou mais fácil porque ele escolheu se juntar a nós. Ele queria uma mudança de ambiente e deixar o Real. Escolheu nosso clube, e foi uma honra para nós”, falou. “Ganhamos sete títulos (italianos) seguidos. Querendo ou não, o nível de motivação cai. E quando você tem a chance de mudar algo, você deve fazer. Foi o tempo perfeito para nós.”

A contratação de Cristiano Ronaldo, o CR7

Após passar nove temporadas usando as cores da equipe do Real Madrid, o clube espanhol confirmou a saída do jogador de 33 anos e o sucesso na negociação com a Juventus. Pela relevância e pela polpuda soma paga, ela é classificada como uma das mais importantes para o futebol mundial nesses últimos tempos. O Juventus confirmou um contrato com duração de quatro anos e o valor total de R$ 450 milhões quitados para os espanhóis.

Em sua despedida do time, CR7 escreveu uma carta, que por sua vez foi divulgada no site oficial do time. Nessa carta, ele glorificou o período de nove anos no país e as conquistas realizadas – ele superou a marca de 400 gols.

Jogando pelo Real Madrid, ele marcou gols em todas as suas disputas contra a Juventus – incluso aí nesse caso um dos lindo deles, que foi bicicleta, durante a última Liga dos Campeões.

Sobre danimennitti 17 Artigos
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*