domingo, abril 21, 2019
Reprodução/Torcedores
Campeonato Brasileiro

Desempenho e resultados do clássico São Paulo x Santos pelo Campeonato Brasileiro

147views

Na partida do São Paulo contra o Santos, Jucilei tomou o controle do meio de campo, tanto para comandar a marcação, quanto para poder começar as jogadas de ataque. Foi o único jogador, entre volantes e zagueiros a não levar um cartão amarelo.

Já Arboleda, por sua vez experimentou uma rara trajetória insatisfatório na partida da Vila Belmiro. Por conta de um erro seu, apareceu a oportunidade mais perigosa elaborada pelo Santos, que tristemente acabou sendo jogada fora por Rodrygo

Diego Souza, por um lado, foi o jogador que mais saiu perdendo em razão do comportamento excessivamente cuidadoso do São Paulo. Apenas era capaz de ser acionado quando se distanciava da área para receber a bola. Ele acabou sendo substituído no segundo tempo.

O jogo clássico entre o São Paulo e o Santos na Vila Belmiro foi uma boa partida, pela 25ª rodada do Brasileirão, com muita garra e determinação de ambos os lados e uma boa diversidade de estratégias.

O resultado final foi um empate por 0 a 0 não foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, ainda mais levando-se em consideração o bom desempenho de ambos os times. A equipe se saiu muitíssimo bem, sobretudo no primeiro tempo, contando com a melhor oportunidade de gol, na figura de Rodrygo, aos 27 minutos do segundo tempo.

Com esse resultado, o São Paulo, que é o time que se deu melhor fora de casa até agora no Campeonato Brasileiro (20 de seus 50 pontos que possui agora são oriundos de jogos fora de casa), voltou a ficar mais tranquilo na liderança da competição, agora tendo um ponto a mais do que o Inter (50 a 49), que por sua vez encara a Chapecoense fora de casa nesta segunda.

O Santos chegou a oitava partida consecutiva sem tomar gol, porém ainda está longe do G-6; ele está em nono lugar, somando 32 pontos (e um jogo a menos), oito atrás do Atlético-MG, que está na sexta posição.

O último lance do clássico São Paulo e Santos foi uma falta para o time do São Paulo. Nenê atingiu a barreira e a bola sobrou para um contra-ataque do Peixe. Todavia o árbitro Ricardo Marques finalizou o clássico, o que provocou uma indignação como um todo na equipe do Santos.

Os jogadores e o técnico Cuca foram de encontra a arbitragem, e ao longo sa reclamação Victor Ferraz tomou um cartão amarelo. O referido lance se assemelhou bastante a aquele da eliminação do Alvinegro na Copa do Brasil contra o Cruzeiro, instante no qual o time de Cuca igualmente saía em velocidade no contra-ataque.

O Santos se deu melhor no primeiro tempo. Deteve mais posse de bola (55%), fez mais finalizações, e esteve a todo momento se aproximando da área do São Paulo, que se fechou, aguardando o momento certo na tentativa de emplacar um contra-ataque, o que não ocorreu. Hudson saiu de campo falando que “a movimentação do Santos dificultou a marcação do São Paulo”.

Rodrygo, por outro lado, afirmou que o que fez falta para o Santos foi um jogador para estar mais atuante na área, a fim de direcionar a bola rumo ao gol. Realmente, Gabriel, artilheiro do Brasileirão, agiu mais fora da área do que propriamente dentro dela e às vezes emperrando o ataque do Santos.

Leave a Response

danimennitti
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.