domingo, abril 21, 2019
São Paulo
Foto: Reprodução/Instagram Oficial do Jean
São Paulo

Em rede social, goleiro Jean se explicar sobre o ocorrido com Mancini no São Paulo

168views

Nesta quarta-feira, o goleiro Jean usou o seu Instagram para se explicar sobre o ocorrido com o técnico Vagner Mancini e esclareceu todos os fatos para o torcedor são-paulo. Com isso, muitos torcedores são-paulinos repercutiram e já enalteceram o apoio ao goleiro em 2019.

No entanto, essa troca de acusações entre o Jean e o técnico Vagner Mancini só vai deixar o jogador ainda mais afastado e deverá ganhar poucas chances entre os titulares. Sem contar que o ocorrido já chegou ao técnico Cuca, que ainda não sabe o que fazer quando assumir a comissão técnica após a sua recuperação.;

O goleiro Jean foi contratado pelo Bahia por R$ 6 milhões em janeiro do ano passado, mas o valor poderia chegar aos R$ 10 milhões se o arqueiro atingisse um certo número de partidas em seus primeiros anos de clube. No entanto, a meta não atingiu até o momento.

Nos bastidores, o goleiro Jean chegou a alfinetar o trabalho do antigo titular, Sidão e também passou a fazer o mesmo com o Tiago Volpi. Abaixo, você pode conferir toda a explicação do goleiro são-paulino em sua rede social no Instagram e também a repercussão do torcedor demonstrando o seu apoio ao jovem arqueiro.

View this post on Instagram

Diante das coisas que li, vi e que chegaram até mim via imprensa nos últimos dias, gostaria de esclarecer e dizer a verdade sobre alguns pontos referente ao ocorrido na última segunda-feira. Antes de mais nada, reconheço o meu erro ao ter deixado o campo de treinamento após o ocorrido e me desculpar publicamente com a instituição São Paulo Futebol Clube, meus companheiros de time e, principalmente, os torcedores são-paulinos. Respeito muito este clube e ajo de forma profissional desde o dia em que cheguei aqui. Na segunda-feira, em conversa com todo o grupo de jogadores, o técnico interino Vágner Mancini, se dirigiu a todo o grupo e apontou que eu, mesmo sem ter atuado, era um dos grandes responsáveis pela derrota do São Paulo no clássico contra o Palmeiras, no último fim de semana. Em nenhum momento fui cobrado em quesitos técnicos e táticos, já que nem em campo eu estava. Segundo ele, o motivo era que eu, ao término do jogo, fui tomar banho. Quando o jogo terminou, eu e cerca de sete ou oito jogadores fomos para os chuveiros (alguns inclusive que haviam participado do jogo), fato absolutamente rotineiro. Neste meio tempo, alguns atletas chamaram a reza final no vestiário. Saí do chuveiro prontamente e fui para o “fechamento”, como chamamos. Cheguei, inclusive, antes de outros jogadores para participar da roda e da última conversa. Mas, na segunda, no CT, fui cobrado de forma individual por ter ido tomar banho ao chegar no vestiário, o que não fez nenhum sentido para mim. É bom explicar que desde a sua chegada ao São Paulo, Mancini não me trata da mesma forma que todo o restante do grupo de jogadores, motivado por uma rivalidade nos clubes em que trabalhamos anteriormente. Quando ele foi colocado na posição de técnico, mesmo tendo prometido que não assumiria esta posição, eu já sabia que eu começaria a ser renegado e dificilmente poderia entrar em campo, fazer meu papel e ajudar o São Paulo da melhor forma possível. Ainda assim continuei trabalhando e dando meu melhor nos treinos, como é minha obrigação… (Continua nos comentários)

A post shared by Jean Paulo Fernandes Filho (@goleirojean95) on

Leave a Response

Felipe Lemos
Jornalista formado pela ULBRA/RS, Social Media e Radialista, tenho 28 anos. Com passagens pelos sites: CalcioNews24.com(Itália) e também pelo Torcedores.com.